domingo, 19 de julho de 2009

Pedra Amada

Na pedra nasci
e cresci
embalada pela Estrela
na pedra envelheci
*
sorri
*
embalando outra estrela
na pedra
*
semeio sonhos
afogo tristezas
recordo amores
recolho defesas
Pedra dura
firme
intemporal
pedra amada
que fez de mim
mulher
com gosto de Fada
De pedra
*
são os meus sonhos
sem tempo
sem fim
de pedra
*
é a esperança
que guardo
*
...em mim
*

39 comentários:

Ovinho Estrela(do) disse...

Pózinho... Que palavras estas que tão profundamente me tocam na alma...

Que imagens de pedra, nas quais me revejo aqui e ali... Recordando as pedras de alguém, que alguém já acolheram. Pedras dessas. Tal e qual.

Beijo enorme, Pózinhos... Beijo enorme...*

Pó de Estrela disse...

Ovinho

Que bom ler-te aqui aqui no meu cantinho :)

Pois é, as pedras tornam-nos, tal como elas, resistentes a todas as intempéries.
Desde o princípio dos tempos que elas servem de abrigo, de templo, de defesa e de refúgio. elas acolhem-nos e reflectem em nós toda a essência da natureza. Por isso eu não gosto de praias sem rochedos...são "moles" demais e não me sinto aconchegada.

Que as pedras da nossa inocência brilhem para ti meu Ovinho Estrela(do).

Um beijo ENORME cheio de Pó de Estrela, onde a Pedra Reina

Ovinho Estrela(do) disse...

Praias com rochedos... Como as do nosso Norte...! Lindas, Quica dos pózinhos e das estrelas... Rochedos que tanto me amparam, ainda assim.

beijinho*

Úrsula Avner disse...

Olá minha cara,prazer em visitá-la. Seu blogger é um mimo ! O título é original e atrativo. Os poemas são um encanto. Vou linkar voce no Gotinhas de poesias. Obrigada por sua amável visita e comentário. Bj.

margarida disse...

Pedras intemporais... Porém o vento bate, a chuva também e lentamente a pedra se desfaz em pequenos grãos que fazem as delicias de quem os molda.
Neste momento tens uma função contrária com a tua estrelinha Inês: juntar grão a grão para dela fazer uma pedra firme, segura e que também ela possa servir de abrigo a outros.
jinhos minha poeta do coração
Bengalinha

bemviver disse...

Querida estou encantada, que fotos lindas, belos poemas, pedras, essas maravilhas da natureza eu amo pedras.
Meu carinho BJS.

Tite disse...

Agora encontrei a nossa afinidade.

Tu da Estrela e eu das Pedras.

Sabias?

Já não sei se são as fotos que estão bem adequadas às palavras se o contrário. Mas a sintonia é perfeita com o teu sentir.

Beijosssssss

poetaeusou . . . disse...

*
belo post
nas abas das pedras,
,
escreveste este grito
nas pedras da memória
com letras desenhadas
em prosas que sentiste
e poemas reescritos
nos livros da tua vida . . .
,
conchinhas mareantes, deixo,
,
*

Canduxa disse...

Quica Querida,

Li e reli e adorei esta mistura de palavras em forma de poema e estas fotos que nos mostram pedras. Tudo em sintonia, tudo em perfeito equilíbrio.
Estás de volta cheia de energia daquela terra abençoada, Armamar, onde contemplas o Douro majestoso e as videiras que se espreguiçam ao sol.
Passei o domingo em Lamego, olhando o Douro da Serra das Meadas e sentindo a magia do verde percorrendo o meu corpo cansado mas feliz.É sempre bom poder usufruir de tanta beleza.

Beijo grande cheio de luz

Anónimo disse...

Lindas fotos. Fizeram-me recordar a aideia dos meus avós, na Beira Baixa. Onde eu passava as férias de verão, correndo, saltando de pedra em pedra. E à noite, tentando apanhar os vaga-lumes, adormecia ouvindo a água correndo na ribeira entre as pedras, as cigarras cantando, sonhando com as traquinices do próximo dia.
E recordando esses tempos tão longe, mas tão perto, volto a ser menino, brincando com as m/netas.
A Dina diz que eu sou pior do que elas. Mas não é por mal sabes?!...
Beijos

Pó de Estrela disse...

Úrsula

Que bom receber-te aqui, deste lado do mundo! adorei o teu cantinho mágico, parece um conto de fadas!

Beijinhos da Pó

Pó de Estrela disse...

Margarida eheheh! (bengalinha)

que certas e sábias são sempre as tuas palavras... ás vezes penso, que tu é que devias ser a mais velha e não eu!!!

mais uma vez adorei ler-te aqui!

Beijinhos de Pó da nossa Estrela

Pó de Estrela disse...

Rufina

ainda bem que gostaste, porque a tua opinião é muito importante para mim! e sabes bem porquê!

Beijinho de pedra de Estrela

Pó de Estrela disse...

Tité

Pois é minha fada madrinha,não sabes que as fadas, os duendes, os pirilampos e todos os seres mágicos encontram refúgio nas pedras? pois eu também sou assim. Quem me quiser ver bem, é esticada em cima de uma pedra, a receber a luz do sol e a energia milenar das rochas!
Qundo vou à minha querida Estrela, é para tocar, sentir, absorver, e acumular a energia que as penedias me dão. Temos que ir lá um dia todas...

Beijinhos da tua Pó de Estrela

Pó de Estrela disse...

Canduxa Querida

Atão tiveste em Lamego e não foste visitar-me? de lá às minhas pedras são só 30 minutos!!!!
Ah a Serra das Meadas!!!!!!perco-me, encontro-me e volto a perder-me! Já atravessaste da Serra para Moura morta?
é uma delícia!
a minha casa fica mesmo à frente da Serra das Meadas!!!!

Beijinhos de Estrela Serrana

Pó de Estrela disse...

Dinis

Tu és da Beira-baixa? eu também sou!!!
Sou da Covilhã. É de lá que vem o meu nome: Pó de Estrela(a serra).
Pois é, a penedia está entranhada nos nossos ossos, na nossa alma e no nosso coração! A Estrela, a Gardunha, Penha Garcia, Monsanto, Idanha e por aí fora, um não mais parar de delícias...

Então a Dina está com ciúmes das netas? deixa lá, dizem que é sinal de Amor eheheh! mas o que eu mando, é para ela também.

Já sabia que a Ovinho estava de abalada mais a chinelas e os óculos de sol...Bem precisa, pois ser Professor em Portugal, nesta altura, é barra pesada. ainda bem que eu me pisguei há um ano!!!

Beijinhos de Pó de Estrela para as duas endiabradas e para vocês os dois.

Quica

Pó de Estrela disse...

Poeta

Mais uma vez me deliciei com a maresia que aqui viste deixar...
É sempre um PRAZER ENORME ter-te aqui no meu modesto cantinho.

Como vês, tanto gosto de praia, como de Serra, como de campo... Preciso é de pedra, de água e de espaço. Onde estiverem reunidos esses três elementos eu estarei seguramente feliz!

Beijinhos cheios de Pó de Estrela (pode ser do mar...)

Pó de Estrela disse...

Úrsula
fui ao teu blog, ver o sol lindo e a poesia que lá tens, mas não consegui postar. não apareciam as letras para copiar e publicar a mensagem. É problema meu, ou teu?
Adorei
Beijinhos

RETIRO do ÉDEN disse...

Boa noite,

Neste momento...só venho agradecer a honra de sua visita e comentários. Espero que volte, dá-nos muito prazer.
O pouco que vi...gostei muito... as pref.literárias...coincidem com as nossas...e as suas palavras e fotos estão uma delícia.
Adoramos "pedras"...tudo tem vida própria e as pedras também....Por vezes apetecia-me ser uma "pedra" ser firme como elas...
Por ora fico por aqui e mais logo vou investigar e comentar mais.
Forte abraço,
Mer

Anónimo disse...

Não Amiga, não sou Beirão. Apenas tenho uma costela Beirã. Sou Alfacinha, da Mouraria. Por isso gosto tanto de praia, mar, rochas, pedras... como lhe quizeres chamar. Mas também me ensinaram a gostar do campo.
A cidade é linda. Mas não esqueço os m/tempos de menino... as férias grandes!... Deixar tudo para tràz...até aquela professôra tipo ovinho de saias, como alguém lhe chama. Será que ela levou o pc para a praia e lê isto? Espero que não.
Tive uns avós do tamanho do mundo.
Talvez por ser o primeiro neto?!.. Não sei. Recordo o meu avô que me ensinou a respeitar a Natureza. A amar o silêncio que irradia do que é selvagem, virgem. Essa Natureza que tudo nos dá, e apenas nos pede que a respeitamos.
Todos os meninos/as de hoje, deviam ter a felicidade de ter uns avós como eu tive, e uns pais como os meus que me possibilitaram poder gostar de Mar e Serra.
Beijos
Dina e Dinis

Tite disse...

Dinis,

Tu viste aqui a nossa Pó de Estrela a falar na Serra das Meadas mesmo ali em frente a Moura Morta?
Ainda te lembras quem passava férias com os Avó em Moura Morta?
A tua comadre Mirita.

Sabes Quica, também lá passei umas férias em casa de uma amiga há uns 20 anos atrás. Sempre que íamos para as Pedras Salgadas passávamos por ali e se houvesse neve, parávamos para os miúdos brincarem com ela.
Que saudades!!!!! Pelos passeios, pelos miúdos pequenos, pelas belas paisagens...

Não gosto de ser nostálgica mas às vezes acontecem estes encontros imediatos de 1º grau,

Pó de Estrela disse...

Tite e Dinis

pois isto parece mesmo um encontro de intraterrestres!!!

Atão vomecês tamém andaram por Moura Morta, por Colo de Pito, pretarouca, etc,etc. ?
Depois da minha Estrela, é por onde mais me perco. Adoro, adoro, adoro.

Beijinhos da vossa I.T.
(intraterrestre, claro)
Sou mais vezes E.T. eheheh!

Bruma Artio disse...

Que coisa mais linda que és, minha amiga virtual!
Que lindo teu blog!
Que linda tuas escritas!
Tens o poder de nos levar para as estrelas e lá sonhar e ser feliz!
Vi que és de Portugal, eu nunca estive aí, sempre estou para ir, mas acontece um contratempo, mas, não quero ir-me dessa Terra sem conhecer a "Terrinha", eu sonhei com Porto Santo quando era menina, nem sabia que existia, só descobri mais tarde em uma visita a uma agência de turismo. Resolvi ir para aí, mas senti medo. Medo do que poderia descobrir. Tive vários sonhos com vários lugares e dois homens que andavam vestidos de terno e chapéu de feltro preto, os homens eram brancos. Outro dia um rapaz que está na minha lista do Orkut sonhou comigo em Portugal e me escreveu, e o pior foi que o sonho que ele teve comigo, foi o mesmo que eu tinha quando era jovem. Um dia vou criar coragem e ir atrás de minhas lembranças.
Obrigada por sua visita e principalmente por ter um blog tão lindo.
Um suave bater d'asas.

lilipat2008 disse...

Venho retribuir a visita e encontro aqui um lindíssimo poema...parabéns...:D

bjitos

Pó de Estrela disse...

Bruma
Obrigada por teres deixado o teu cantinho de fadas e teres vindo até às estrelas.

Não deves ter medo de vir a este lado do oceano, nem deves ter medo dos teus sonhos, porque normalmente eles não significam aquilo que nós pensamos.
Sabes quem é o meu guia no meu mundo estrelado? è precisamente um personagem como o do teu sonho; terno escuro e chapéu preto na cabeça. Era o meu avô e foi a melhor pessoa que eu conheci neste mundo e é ele que toma conta de mim lá no infinito, onde brilha com as outras estrelas...

Ganha coragem e vem conhecer este "jardim à beira-mar plantado" como chamam ao nosso Portugal.

Beijinho cheio de Pó de Estrela

Canduxa disse...

Querida Quica,

Já passou quase...quase uma semana e ainda não te vim dizer que sim......que já fiz aquele caminho da Serra das Meadas para Moura Morta, por Colo de Pito e pretarouca. Desta vez não deu porque fui lá sabes fazer o quê? Imagina que o meu primeiro sobrinho fez 50 anos no domingo e preparamos uma festa surpresa. Como ela adora piqueniques e já não os fazia há mais de 30 anos resolvemos alugar uma camioneta, enchê-la com família e amigos, fazer uns deliciosos petiscos, arranjar uns poemas e uns jogos tradicionais, música dos Beatles e lá fomos nós para a Serra das Meadas. Foi um dia fabuloso e estivemos mesmo até à noitinha....
Vê como coisas tão simples se podem tornar mágicas. Quando existe amor a vida tem outro encanto.
Atão, não achas uma bela história?
Para a próxima vou ver-te a Armamar...já lá não vou desde que vim para o Porto....há 37 anos.

Meu abraço cheio de luz e muito amor

Mariz disse...

Salvé Pó de Estrela - querida

Grata por tudo o que me deixas. Só agora tive um bocadinho para te visitar, porque as coisas não têm sido nada fáceis; surgem situações em cadeia s que venho suportando naturalmente, mas por vezes necessito parar , para me armar de paciência - virtude que me é difícil, mas que já venho conseguindo no meu recolhimento e silêncio.
O pior foi a infecçaõ respiratória que me fez pasar noites a fio copm tosse e falta de ar... - o vento e humidade da noite aqui não me beneficia... - depois a situaçãoda minha mã que está mais para lá do que para cá, a seguir várías situações no tocante á manutenção da casa, que me deixaram de rastos... - e as forças por vezes já me faltam.

Matei aqui, um pouco das saudades quando vi essa tua casa em pedra. Também eu passei belos momentos da minha infância numa casa de pedra enorme, fria, cheia de aquecedores por todo o lado no inveno porque o frio era de regelar os ossos e á noitouviam-se os lobos, na serra e por ali perto de casa.
Era uma quinta de 8ha cheia de árvores de fruto e bom terreno para cultivo. Os caseiros eram quem mais usufruíam de tudo porque nós só ficávamos uns dias nas férias e datas festivas de calendário; quase toda a família mais de 30 pessoas se concentravam lá e era uma festa. Depois foi vendida muito antes de me casar - tinha eu então 22 nos....
Havia no fundo da casa, uma gruta onde brotava água puríssima, que de tão fria, dava a sensação de ter saído do frigorífico. As paredes cheias de musgo, e a água corria, por carreirinhos para o terreno que ficava ma abaixo.
Lindo, lido, lindo!
Situava-se a poucos km de Oliveira do Hospital.
Por isso sei bem como te deves sentir, junto de toda essas pedras que, de tão sólidas e firmes te podem ajudar e muito! - se lhes pedires e agradeceres toda a ajuda de que necessitares para te fortaleceres mais.
Bonito esse teu lugar. Que a Natureza na sua benignidade te seja próspera e que a sua beleza sempre te toque!

Abraço-te elogiando todas as pedras que o Creador autorizou que usufruísses para poderes Crescer mais.
Nem todos são beneficiados com tamanha solidez que a terra encerra.
Sê feliz....mantém esse estado de alma e pouco haverá que te moleste!

Sempre...
Mariz

ESPAVO!

Pó de Estrela disse...

Canduxa
O amor é que trás a Magia à nossa vida!!! se não vivermos com o Amor no coração e na alma, a magia nem aparece, esconde-se debaixo dos cogumelos, nas asas das fadas, nas caudas das sereias, nos barretes dos gnomos, porque quem não tem amor não vê esses seres mágicos, só sabe ver úmbigos...

A Festa deve ter sido mesmo mágica. Só a presença da Mãe Natureza no meio de vós, já fez com que as vossas almas brilhassem.
Quase que vi o vosso brilho, lá do outro lado...

Fica com um beijinho cheio de Amor e magia de Pó de Estrela

Pó de Estrela disse...

Mariz
Bem vinda minha amiga!
Como gosto de te ter aqui no meu cantinho perdido no meio de tanta Estrela.

Espero que já estejas melhor e que o solfaça renascer de novo em ti a vitalidade de que tanto precisas.

Ainda bem que as minhas pedras te trouxeram boas recordações, de um lugar lindo como é Oliveira do Hospital, principalmente Avô, onde tomei já umas belas banhocas...

Sempre gostei muito de Pedras e da sua energia que eu como boa serrana que sou aprendi a amar, a usar, a respeitar e a agradecer.
Tive um bom mestre...

agradeço tudo o que me desejas que sei que é do coração e espero que vás melhorando, para continuarmos a "subida"

Beijinho cheio de LUZ de Pó de Estrela de todos nós.

ESPAVO

Pó de Estrela disse...

Mer

que bom recebê-los aqui!
Espero que tenham gostado, porque eu adorei o vosso lugar Mágico.
Obrigada pelas palavras lindas...

Um beijinho de Pó de Estrela também jovem totó

Pó de Estrela disse...

Lili...

Ficate para o fim, mas não quer dizer que fosse por mal, é que andei a cuscar, a ver se conseguia descobrir o teu nome :) é Ritinha? Acertei?

Pois adorei a tua visita jovem, assim como adoro o teu blog cheio de alegria e com cheirinho a traquinices.

Volta sempre. Terás sempre à tua espera,um grande beijo de Pó de Estrela

RETIRO do ÉDEN disse...

Pó de Estrela, querida,

Gostámos bastante da tua visita e comentários no retiro.

Vimos lembrar que o dia dos Avós está aí...aproveita bem esse dia mágico... e (ser avó)!.

Bom, excelente...fds.
Forte Abraço,
Mer

Anónimo disse...

Calma lá!! :))))

a Canduxa em Lamego no dia em que eu também lá estou??? um piquenique com comidinha fofa e eu não tomo conhecimento???

Na serra das minhas meadas???

Alto e pára o baile nesta caixa de comentários!!!!! :)))))))))))

Canduxa!! eu sou rapariga de Lamego, caramba!! :)))))))

ovinho*

(andei pela serra a tirar fotografias!! Que pena n a ter visto, que logo me atirava a um dos seus "taparuéres" com croquetes!!! :)))

lilipat2008 disse...

Não, o meu nome é mesmo Lilipat...é só dividir estas abreviaturas em 2...:)

bjitos

Pó de Estrela disse...

Ó minha Ovinho Desnaturada!!!!!!

Atão a minina é de lamego? Pois a minha querida aldeia, onde tenho aqueles muros todinhos de pedra, é em frente a Lamego.
Se fores pela A24, depois de passares a ponte da Régua, vês um letreiro que diz: Valdigem-Armamar. Depois de saires aí, são 15m até Queimada, onde despoluo os meus pulmões e os meus bolsos!!!!AHHHHHH!Quem sai da igreja da Senhora dos Remédios e se debruça no varandim, e olhar para o monte em frente ( serra de S.Domingos) a aldeia que vê , é nem mais nem menos que Queimada! Onde eu vou passar o mês de Agosto Todiiiiiiiiiinho! portanto se por lá passares, faz o favor de fazer noc, noc; ligas pó telelé e eu tenho lá comidinha de FORNO A LENHA não de TAPARUÉRES!!!!!!

Quanto à praia, é Labruge, sempre Labruge , mas do lado direito, aquela meio selvagem como eu!!!!!

Quanto a Deus...Se Ele não existisse, o que seria de mim!!!!

Fica bem. Troca a roupinha toda, vê lá se os farrapitos são jeitosos, calça a chinelita no pé, pôe os teus RAIBANES pretos e brancos e goza as férias como bem mereces.Um beijito para o Miguelito. (já leste as poesias no Estrelinhas?)

Beijinhos mil, minha Ovinho Estremelicado!

Canduxa disse...

Oh Ovinho,
estou aqui meia tonta....com gargalhadas sonoras e brilho nos olhos azuis!!!!
Eu sempre pensei que as duas...tu e a Quica se conheciam de Armamar.
Então a Quica nem sabia que eras de Lamego e ainda por cima andavas por lá no dia que resolvemos fazer a surpresa ao meu sobrinho mais velho...oh, como o Mundo é pequenino!!!!
Foram precisos 50 anos para levar lá a sobrinhada toda, incluindo sobrinhos netos e os meus filhos para conhecerem onde nós fazíamos piqueniques quando éramos jovens.
Gostaram tanto que ficou ali a promessa de voltarmos a fazer um piquenique no mês de Julho do próximo ano.
Aquilo agora está lindo, com um belíssimo restaurante "Paraíso do Douro" (salvo erro) que eu ainda não conhecia….
Sabes, estou pasmada e diz-me, ovinho linda, também vives no Porto? Só falta viveres perto de mim e da Quica!
Ainda bem que vim aqui hoje ver se havia novidades…mas que novidade tão boa.
E, pela conversa da Quica vais de férias ...boas férias e volta logo.

Um beijo grande para ti com muita luz, lá do meu mundo colorido.

Ah, Quica Querida…logo vou ver o teu post novo e depois comento…agora perdi-me com o Ovinho.
canduxa

Anónimo disse...

Ora bem!!

Isto merece umas achegas polidas!! De maneira que vou ali fazer umas certas coisinhas e volto jázzzzzzzzzzz!!

Não saiam daí, 'tá?? :D

ovo*

Mariz disse...

Salvé Kika

Vim até aqui na esperança de ainda te apanhar mesmo de férias.
É que trouxe um presentinho daquele local que ambas sabemos e dizer ainda que repeti cada nome vosso, quando o Santísimo passou por mim e chorei! Eu ia calmamente em direcção á escadaria para o Mosteiro principal e ouvi um cantico que me é muito particular e querido,porque o fui a cantar sózinha de braço dado com a minha mãe há 4 anos, aquando da partida do meu pai, - íamos na fila para comungar.
E sempre que vou a este local o cântico entoa!
É:
"Eu Sou o Pão Vivo descido do céu...quem Dele comer viverá eternamente...tomai e comei"! - só sei isto, porque o acho muito belo!
Como tal penso que o céu me ouviu e todos vós ficaram abençoados LÀ!
Por favor manda-me pelo mail a tua morada - já sabes que podes confiar porque "não pertenço a nenhum grupo organizado"...
Voltei aqui para estar mais isolada dos olhares que me pudessem ler no post de topo....e para te rever e a essa lindeza - eu venho vindo devagar.... apenas para agradecer as palavras de conforto deixadas antes e depois de tudo ter acontecido
Daqui da blogosfera apenas 2 pessoas foram ter comigo ao velório e funeral (e nao me conheciam)...e há tanta gente de Lisboa que vem comentando o meu blog e me chama de amiga e até de querida!
Enfim...
Penso que as pessoas têm medos...muitos....até o de se encontrarem! É que as letras são para elas mas fáceis de se escreverem numa junção de palavras do que propriamente um abraço e um olhar.
Eu não sou assim!
Por favor não pessoalizes isto - ...falei de gente de Lisboa - não me interpretes mal, isto foi puro desabafo.

Deixo aquele abraço de sempre e curte a Naureza, o sol o céu - e o mar....se for caso disso.

Sempre...Mariz

ESPAVO! - como em MU (para lá caminhamos)

e-mail:
hesedmanumar@gmail.com

Mariz disse...

Salvé Amiga

Vim ver se tinhas algum recado para mim..mas já vi que ainda não chegaste.
Abraço meu então
ESPAVO!
MAriz