segunda-feira, 4 de maio de 2009

A história de um Blog

Dei comigo a pensar o quanto perdi, enquanto não conheci a palavra"Blog"! Logo eu, que penso conhecer tantas palavras, escondidas em milhares de livros, lidos, relidos, gastos de mãos, de olhares e alguns até de lágrimas! Sobre esses, falava aqui e ali principalmente com a minha mana "bengalinha"que sofre da mesma livromania...de tal forma que uns moram em casa dela e outros, moram na minha! Mas sou sincera,"Blog" não fazia parte das minhas palavras comezinhas! Um dia, depois de alguém ler uma mensagem escrita por mim, disse- me com uns olhos muito sérios (por isso vi que não era a brincar), que devia começar a publicar as minhas "escritas". (Surgiu então a tal palavra) - Porque é que não crias um Blog? Claro que não mostrei parte de fraca, dizendo que nunca tinha ouvido tal, e disse que, talvez... quem sabe um dia... Curiosa como sou, assim que pude, fui procurar o tal "blog"e confesso que a primeira visita me deixou um pouco "corada", não é que eu seja puritana, nada disso, mas aquilo apanhou-me de surpresa...foi só isso. Por curiosidade, já disse que sou muito curiosa, fui espreitar um comentário, e para minha surpresa, remetia-me para outro "blog" que até era simpático!!! E foi assim de blog em blog que eu aprendi mais alguma coisa na minha vida. Um dia, no meio das teclas, não sei bem como foi, tropecei num blog que se chama pin-gente e que mesmo de costas (os blogs também têm costas!, ou não sabiam?) reconheci o perfil de alguém muito especial para mim, que várias vezes me lançou as suas bóias de salvação. Foi a minha revelação! cá em casa já dizem com um ar um pouco ameaçador:- Lá estás tu no computador! Pois é meus amigos, vim para ficar e daqui não arredo pé! Quem se quer afastar, quando alguém como eu que gosta tanto de ler, ver e saborear coisas bonitas, as encontra todos os dias e nem precisa de as pagar... ? Só se fosse tola e tola não sou, pelo menos para já! Só fiz algumas tolices,mas penso que só por elas não fico registada. Bom, aqui têm a história de um Blog que o foi antes de saber que o era! Gostaram? Qualquer dia há mais. Vitória, vitória... Acabou a história! ( por favor, não digam: - "conta outa vês!") Querem saber uma coisa? já vou ter xatisses! esqueci-me de meter as batatas no forno!!!!!! Tudo, por causa das Bloguisses! beijos

5 comentários:

Tite disse...

Que alegria reencontrar-te Pó de Estrela!!!!

De facto, li-te pela primeira vez no blog da pin gente... ou não? Foi talvez no banana ou chocolate. Mas isso agora não interessa nada... Aquele é o blog onde uma Avó se sente bem até porque anda por lá outros netos tão dotados quanto a Mãe e quando à imagem dos filhos ela decide juntar as suas lindas palavras aquilo fica fascinante.
O pormenor é que tu passaste (perdoa tratar-te assim mas sinto que nos conhecemos há buééééé de tempo) por lá e largaste o teu Pó de Estrela e eu adorei a sensação de Magia pura.

Hoje, ao ver que, sorrateiramente te ligaste ao meu blog então... pensei que apesar de hoje estar terrivelmente ocupada tinha que te visitar.

Vou ter que comentar outros posts mas talvez na 4ª ou 5ª feira.

Parabéns pelo blog. Parabéns pela decisão. Parabéns pelas lindas palavras.

Abraços mil

Tite disse...

PS - esqueci-me de dizer que te vou já linkar ao MaMaRiSo.

Jokas

Pó de Estrela disse...

Obrigada Tite.
também eu tenho a impressão de que os nossos caminhos já se cruzaram... talvez noutra galáxia ... de poeira de estrelas!
beijocas

Lina Querubim disse...

Boa noite Pó de Estrela :)

obrigado pela tua visita!
O meu foi criado com um propósito...encontrar alguém com o mesmo problema que eu estava a passar naquele momento o cancro de mama. E foi o melhor que fiz conheci pessoas maravilhosas e que me orgulho muito :) 1º visitava os bolgs delas e dp achei que estava na hora de fazer o meu :) e assim foi!
Faz este mês 1 ano :p e tenho o meu coração cheio com mais amigas. As minhas Amigas do Peito e Coração!

Volta sempre que queiras um beijinho e boa semana!

Krystal disse...

Bem vinda à blogosfera!... Mas, um blog é como um um ser vivo de estimação que tem de ser alimentado; Sem alimento é morte certa.
Boa sorte e delicie-se com tudo de bom!

Escolha entre... beijos e abraços