quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

Raízes


Quero mergulhar no passado
 em busca do meu “eu”.
Vasculhar nas fendas da vida
 as minhas raízes.
Conhecer todos os lados
 deste coração que perece.
Sonhar com um futuro
 sem incertezas infelizes.

Quero voltar àqueles caminhos
 empoeirados
Que sorriam quando eu me abria para vida,
Quando o sol nascia todos os dias
no meu sorriso,
Onde a esperança era mantida.

Quero pisar aquele caminho longínquo,
Onde caminhei sobre as pedras e sobrevivi,
Hoje sou andarilha das memórias,
Nem pra sonhar me sobra tempo,
acho que me perdi…

Quero ouvir o vento nos pinhais,
reviver o que vivi,
Colher as flores silvestres
 e brincar ao mal-me-quer
e  bem-me-quer,
E sonhar com a vida que escolhi.

Quero ser hoje,
tudo que sonhei no passado,
Construir meu castelo
com os sonhos que sonhei,
Renascer das cinzas do meu presente estéril,
E buscar nas minhas raízes
 o que não alcancei.

Um beijinho da vossa Pó de Estrela


3 comentários:

Anónimo disse...

Gostei mt Tia...Beijinhos mt grandes Rute

JAM disse...

Um voltar ao passado, tentar agarrar e reviver muitos dos belos momentos que ficaram na gaveta do imaginário. Belas palavras que aqui nos deixaste. Bjs

Multiolhares disse...

temos sempre essa tendência de procurar no passado a inocência da felicidade onde tudo era possível e era-mos sem o saber
bjs